Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Última Paragem

O blog do bicho do mato

O blog do bicho do mato

Última Paragem

06
Jun24

Sentido de oportunidade

Maria J. Lourinho

cega.jpg

 

Desde Novembro que o "caso das gémeas" brasileiras anda nas bocas do país. Envolve muitas pessoas, entre elas algumas pessoas do Ministério da Saúde, ao tempo dirigido por Marte Temido. Mas é a dois dias das eleições europeias, em que ela é cabeça de lista pelo PS, que a judiciária resolve fazer buscas no referido ministério.

Ele há coincidências...do diabo.

O processo de Manuel Pinho, ex-ministro socialista de José Sócrate, ocupou 11 anos da vida de dois procuradores. Mas é a dois dias das eleições europeias que ele é condenado a 10 anos de cadeia.

Ele há coincidências...do diabo.

Pode-se acusar a Justiça em Portugal de muitas coisas, mas nunca de falta de sentido de oportunidade. Isso, não!

 

01
Mar23

Sócrates, o nosso

Maria J. Lourinho

Eu e o João Miguel Tavares, sem nos conhecermos, embora nos cruzemos com alguma frequência na rua, temos por hábito discordar.

Mas, lá de lés-a-lés, concordamos. Melhor, eu concordo com ele.

Ontem, no seu artigo de opinião no Público, com o título Sócrates: arranjar novos crimes, que os velhos vão prescrever, explica como se tem arrastado na justiça este caso. E escreve também:

"José Sócrates foi detido em Novembro de 2014 – há oito anos e três meses. Foi acusado em Outubro de 2017 – há cinco anos e quatro meses. Foi pronunciado em Abril de 2021 – há um ano e dez meses. E passado todo este tempo, (...) o processo está bloqueado numa rede de recursos. As primeiras prescrições começam em 2024. Quando irá Sócrates a julgamento? Uma resposta cada vez mais provável é: nunca.”

O que o JMT não escreveu, mas creio que ambos acreditamos, é que Sócrates, no fim disto tudo, ainda vai processar o Estado e nós teremos de lhe pagar uma choruda indemnização. Estou fartinha de o dizer.

Oxalá que Deus NÃO me oiça!

 

29
Set21

Estava a ver que não

Maria J. Lourinho

O conhecido burlão, perdão, banqueiro, João Rendeiro, lá se decidiu.

Condenado a prisão efectiva em 3 processos, continuava com o passaporte na gaveta.

Eu, em pensamento, disse-lhe muitas vezes, João, vai-te embora, não vês que te deixaram sempre as portas abertas para poderes continuar a tratar da vidinha?

Pois, respondia, mas eu gosto tanto deste país, tem sol, boa comida, festas bonitas onde vou, é fácil roubar e difícil ir preso...João, deixa-te disso e vai-te embora ou os homens (e mulheres) ainda um dia se vêem obrigado a prender-te.

Finalmente, ontem, lá se despediu da amada pátria, certamente em lágrimas e, de passaporte na mão voou para parte incerta, mas segura.

Caramba, João, estava a ver que não. Ufffff!!!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub