Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Última Paragem

O blog do bicho do mato

O blog do bicho do mato

Última Paragem

17
Nov20

O Comboio da Noite, Martin Amis

Maria J. Lourinho

Martin Amis (1).jpg

O que é que me apetece dizer sobre Martin Amis e o seu livro O Comboio da Noite que acabei de ler? Na verdade, nada!

O livro não é um policial mas é uma história de polícias, mais concretamente da mulher polícia com nome de homem – Mike, a tentar descobrir as razões do suicídio da linda e sucedida filha do seu antigo chefe e amigo, Tom.

Não me apetece dizer nada porque, de facto, não percebi nada, embora tenha lido as 178 páginas do livro sempre convencida que, no fim, iria perceber. Não.

Socorro-me da badana de um outro livro do autor para o caracterizar - cínico, satírico, afectado. Concordo.

Depois: divertido e profundo. Discordo. Tudo neste livro é soturno.

“Um dos mais importantes autores ingleses dos nossos dias”, bom, quem sou eu para contradizer?

Só sei que esta leitora não torno à “casa” dele, seguramente.

Afinal, talvez os seus livros “com visões distorcidas ou invertidas dos mundos que conhecemos” - aqui voltei à badana – talvez os seus livros, dizia eu, sejam só para alguns, entre os quais, decerto, não me incluo.

Na foto do Google, Martin Amis

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub