Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Última Paragem

O blog do bicho do mato

O blog do bicho do mato

Última Paragem

09
Ago22

Estamos a morrer muito

Maria J. Lourinho

"Há 100 anos que não havia mais de 10 mil mortes todos os meses."

"A mortalidade materna (óbitos devido a complicações da gravidez, parto e pós-parto) atingiu o nível mais alto dos últimos 38 anos com 20,1 óbitos por 100 mil nascimentos em 2020."

"O excesso de óbitos em Maio era o triplo da média da União Europeia."

São frases que retirei dos jornais de hoje. Já se desconfiava que a degradação do SNS e o foco único e prolongado na pandemia deixaram muitas doenças por detectar e tratar, sobretudo junto dos mais pobres e vulneráveis.

Estamos a morrer muito. Estamos a morrer demais.

Mas parece que ainda não nos apercebemos disso, e não sentimos necessidade de exigir ao governo que  justifique e, sobretudo, que nos diga que políticas vai desenvolver para inverter esta nossa marcha para a morte.

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub